Araripe-CE

Image title

Unidade federativa Ceará
MesorregiãoSul Cearense IBGE/2008 [1]
MicrorregiãoChapada do Araripe IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofesPotengi, Santana do Cariri, Salitre e Estado de (Pernambuco)
Distância até a capital527 km
Características geográficas
Área1 347,047 km² [2]
População20 685 hab. IBGE/2010[3]
Densidade15,36 hab./km²
Altitude605 m
ClimaTropical subúmido de altitude
Fuso horárioUTC−3
Indicadores
IDH-M0,584 baixo PNUD/2000 [4]
PIBR$ 82 296,733 mil IBGE/2008[5]
PIB per capitaR$ 3 718,28 IBGE/2008[5]

Hino Municipal


História de Araripe

Em 1849, havia na povoação casas residenciais, apontando-se, entre elas, uma ainda existente à rua Alexandre Arraes, na qual foi celebrada a 1º missa da povoação. Documentos do arquivo da Paróquia registram que no ano de 1871, seguinte ao da criação da freguesia (5 de novembro de 1870), o padre Henrique José Cavalcante, encontrando arruinada a antiga capelinha de Brejo Seco, construiu com grande massa de católicos a igreja matriz, hoje completamente destruída. Essa passagem revela que àquela época contava a povoação de Brejo Seco com apreciável contingente humano, atraído, na sua maioria, pela presença do ardoroso missionário. A capela de Santo Antônio da povoação de Brejo Seco, sede freguesia, compreendia os distritos de paz de Brejo Seco e Poço da Pedra, desmembrados da freguesia de Assaré. A freguesia de Brejo Seco foi instituída canonicamente pela provisão de D. Luís Antônio dos Santos, datada de 1 de dezembro de 1871 e provida a 10 do dito mês pelo padre Antônio Pereira de Oliveira Alencar.


Fequaripe


O Fequaripe (Festival de Quadrilhas de Araripe) é um dos eventos da Administração Municipal de Araripe, realizado pela Secretaria Municipal de Educação e Cultura, em parceria com a Secretaria do Desenvolvimento Social, Esporte e Juventude, e demais parcerias consolidado junto ao público.

O evento conta com um número significativo de presença popular. Durante uma noite as quadrilhas das escolas públicas municipais e estaduais apresentam suas performances, numa festa que evidencia as danças típicas, músicas, vestimentas, coreografias, criatividade, animação e encenação de casamento das quadrilhas juninas.

Após 5 anos sem edições do Festival de Quadrilhas do Araripe, em 2016 o município voltou a receber o festival junino no final do mês de junho, com três noites de apresentações de quadrilhas juninas de toda a região do Cariri e a clássica competições entre as agremiações juninas dos colégios da cidade, que envolve toda a comunidade acadêmica.

Abaixo a relação das campeãs dos anos anteriores:

  • 2000 – EEF Raimundo Cícero da Silva – Pajeú

  • 2001 – EEF Luiz Guedes Alcoforado – Brejinho

  • 2002 – EEF Davi Custódio de Oliveira – Riacho Grande

  • 2003 – EFF Davi Custódio de Oliveira – Riacho Grande

  • 2004 – EEF Profª . Cícera Germano Correia – Sede

  • 2005 – EEF Luiz Guedes Alcoforado – Brejinho

  • 2006 – EEFM Dona Carlota Távora

  • 2007 – EEF Luiz Guedes Alcoforado – Brejinho

  • 2008 – EEF Profª . Cícera Germano Correia – Sede

  • 2009 – EEFM Dona Carlota Távora

  • 2010 – EEF Profª . Cícera Germano Correia – Sede

  • 2011 a 2015 - Não houve festival

  • 2016 - EEF Neomísia Nogueira Lima - Sede